Com a missão de produzir, industrializar e comercializar derivados de cana-de-açúcar nos mercados nacional e internacional, a Usina Pitangueiras movimenta a economia brasileira de forma sustentável há mais de 41 anos. Com orgulho de ser uma empresa familiar, hoje a companhia está na sua terceira geração de administradores comemorando os ótimos resultados.

Atuando no setor sucroenergético, a companhia opera em uma área de corte que corresponde a 29.000 hectares com capacidade de colheita de cerca de 2.5 milhões de toneladas de cana por safra, somando uma produção de 70 milhões de litros de etanol; mais de 4 milhões de sacas de açúcar; geração de 140.000 Mw de energia; além de 1.000 toneladas de levedura seca.

Produtos

Açúcar Branco e Bruto - Com uma estrutura robusta para absorver o crescimento nos próximos anos, na safra 2016/2017, produzirá mais de 4,2 milhões de sacas, sendo 90 % de Açúcar Branco e 10 % de Açúcar Bruto.

Bagaço Hidrolisado - Usado na pecuária como ração animal, especialmente para bovinos. Neste campo, a Usina produz cerca de 30 toneladas/dia, estimando um total de 4.500 toneladas até o final da safra 2016/2017.

Bagaço in natura - Utilizado pelos agricultores como mantenedor da umidade e fertilizante do solo, minimiza os efeitos da estiagem. Está sendo utilizado também como fonte de Volumoso para Confinamentos.

Read Our Digital Report

Click Here to Read

Energia Elétrica de Biomassa - A utilização de biomassa para a geração de energia é uma opção sustentável, o que garante a não interferência no aquecimento global e evita a liberação de outras emissões nocivas ao meio ambiente. A eficiência da Usina Pitangueiras para cogeração de energia foi de 25 MW/h para a safra 2015/2016, somando mais de 140.000 MW/ano de energia gerada.

Etanol Anidro - É utilizado como aditivo em combustíveis, sendo composto por 99,3% a 99,9 de etanol puro, também utilizado na formulação de produtos de limpeza, indústria química e para fabricação de tintas e vernizes.

Etanol Hidratado – É o mais popular, sua principal utilização é para abastecimento de veículos, vendido diretamente nas bombas dos postos de combustíveis, sendo composto por 93% de etanol puro e 7% de água.

Images

Etanol Neutro - É o mais puro e seu odor é neutro, utilizado em indústrias de cosméticos, bebidas e indústrias farmacêuticas.

Levedura Seca – O produto é obtido da secagem no processo de fermentação. Sendo natural, é aplicada na composição de alimentos para consumo animal.

Produção e comercialização

Com foco na redução de custos, atualmente toda a parte comercial de venda de açúcar e etanol é feita pela parceria com a Copersucar – maior empresa brasileira de comercialização e exportação desses produtos. De acordo com o Diretor Administrativo/Industrial da Usina Pitangueira, João Henrique de Andrade, o mercado está melhorando o que vem gerando uma margem melhor no custo de produção. “Depois de muitos anos com sobra de açúcar mundial, estamos passando por um déficit de açúcar o que acaba elevando os preços consideravelmente. Com o movimento mundial para melhorar o aquecimento global e a poluição, vejo também um futuro promissor para o nosso Etanol daqui pra frente”.

Para driblar os desafios dos custos de produção, o Diretor Industrial ressalta algumas estratégias de gestão como auditorias e investimentos na automatização. “Estamos trabalhando com auditorias de processo para tentarmos diminuir ao máximo o custo de cada setor. Na área Industrial automatizamos a destilaria e a área de fermentação aumentando a produtividade com menor mão de obra”.

Unindo Potenciais

Através das certificações ISO 9001 e 22000 a empresa conta com um departamento de Controle de Qualidade para garantir a melhoria contínua nos processos, além de um corpo técnico de Segurança do Trabalho.

“Nós temos um projeto chamado ‘UP’ – Unindo Potenciais – onde focamos em sistemas, processos e pessoas. Entendemos que não basta comprar um produto, temos que capacitar pessoas, rever os processos e incluir todas essas informações no sistema para que tenhamos o melhor resultado possível”, explica Rafael de Andrade Neto, Diretor Agrícola da Usina Pitangueiras.

Investimentos e novos empreendimentos

A empresa tem uma política de atacar em investimentos que dão retorno em curto prazo. Entre o início de 2015 até o momento, foram investidos cerca de R$ 20 milhões em novos equipamentos e novas tecnologias. “A maioria dos investimentos que fizemos nos últimos dois anos foram para ser pagos na mesma safra de implantação”, diz João Henrique.

Dentre os projetos de expansão, destaque para a ampliação da cogeração e eletrificação das moendas e preparo da Usina que irá aumentar consideravelmente a eficiência energética da empresa. “Com esse projeto passaríamos a Gerar 52 Mwh e exportar 30 Mwh, através de um investimento na faixa de R$ 80 milhões. Se as liberações saírem até julho deste ano, devemos iniciar o investimento em agosto com término em outubro de 2017”, completa.

Em termos de tecnologia, a Usina Pitangueiras também concentra em aplicações de sistemas como o Datasul da TOTVS, o Gatec para área de Produção e o Software de CCT/CTT Automatizado da Solinftec para monitoramento e controle do campo de colheita. “Investimos ainda na Central de Logística e Monitoramento (CLM) e na nossa frota de caminhões. Ao todo, nossos valores chegam a R$ 10 milhões”, acrescenta Rafael.

Futuro e crescimento

A Usina Pitangueiras continua mantendo o foco no fomento tanto de gestão, como em novos projetos de retorno rápido. “Estamos com alguns projetos de expansão como a produção de etanol de milho na entressafra da cana, assim como a produção de aguardente de alta qualidade”, assegura o Diretor Agrícola.

Para João Henrique, por estarem localizados em uma região de muitas usinas, o crescimento da moagem é o grande desafio da empresa. “Pretendemos chegar em um nível de moagem de 3 milhões de toneladas e nos mantermos nesse patamar somente melhorando nossos resultados”.

Other Companies

Marriott International

Putting people first: Marriott International’s approach to building better hotels

Read Report
Currumbin Wildlife Sanctuary

Currumbin Wildlife Sanctuary: A beacon for tourism on Australia’s Gold Coast

Read Report
AgriMarine Technologies Inc.

AgriMarine: Canada’s aquaculture technology innovator

Read Report
The Gourmet Guardian Pty Ltd

Gourmet Guardian: Food safety made simple (but effective)

Read Report
Criniti’s

Criniti’s eyes international expansion after bringing taste of Italy to Australia

Read Report
BENCHMARQUE

BENCHMARQUE: Raising the bar

Read Report
Tennis Australia

Tennis Australia: The grand slam game

Read Report
Yum! Brands – Pizza Hut

Yum! Brands and the changing tastes of Canada

Read Report
Martin Preferred Foods

Martin Preferred Foods: A traditional family business revolutionized to succeed in the 21st century

Read Report
DTS Food Assurance

DTS Food Assurance: Putting trust back into food safety

Read Report
FDF World

Skye Hotel Suites: Room Service

Read Report
FDF World

Corby Spirit and Wine and the road to business maturity

Read Report
FDF World

Surf’n’Fries: riding the wave to franchisee success

Read Report
FDF World

TGI Fridays: American fare in the Indian market

Read Report
FDF World

Krispy Kreme Australia: The taste of success

Read Report
FDF World

Four steps to success: How The Star Sydney reached the top of the leisure, gaming and tourism indust

Read Report
FDF World

The a2 Milk Company: a leader in the Australian dairy industry

Read Report
FDF World

Stamford Hotels & Resorts: Attracting visitors in droves

Read Report
FDF World

Casalingo: the taste of tradition

Read Report
FDF World

Bidcorp Middle East: Food for thought

Read Report

Read the latest issue

Click Here to Read